top of page

No ano 45 antes de Cristo, o escritor romano Cícero fez a tradução para o latim do diálogo Timeu, do filósofo grego Platão, da qual está preservado cerca de um quarto – algo em torno de 20 páginas, em que são abordados temas como a origem de todas as coisas, a constituição do universo, a natureza dos deuses e a possibilidade do conhecimento. Ao fazer essa e outras traduções de textos gregos, Cícero cunhou termos que, nos séculos seguintes, se tornariam a base do vocabulário filosófico no Ocidente, como essentia, moralis e notio, entre outros.
Na Parte I deste livro, a professora France Murachco traduz, do grego, o trecho do Timeu traduzido por Cícero e, do latim, a versão do escritor romano. Sua tradução das duas obras é a mais literal possível, de modo que se pode compará-las e perceber como Cícero apreendeu e traduziu o texto de Platão. Na Parte II, ela analisa 40 termos usados por Platão no Timeu, explica seus significados e mostra como foram entendidos e traduzidos por Cícero.
Escrito originalmente como dissertação de mestrado – apresentada em 2004 na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo (USP) –, este livro constitui uma valiosa fonte de informações sobre os recursos expressivos da língua latina, o desenvolvimento da filosofia e o pensamento de um dos maiores vultos da cultura romana.

Cícero e o Timeu, de France Murachco, 252 páginas

R$ 60,00Preço
  • Medidas: 15,5 x 23 centímetros

    Número de páginas: 252

    Peso: 300 gramas

    ISBN: 978-65-997207-3-4

    Primeira edição: outubro de 2023
    Tiragem: 200 exemplares

    Projeto gráfico, capa e diagramação: Leonor Teshima Shiroma

Página de produto: Stores Product Widget
bottom of page